O contexto joaneu1:

Jesus respondeu: “Eu já lhes disse, e vocês não creram em mim. A prova são as obras que realizo em nome de meu Pai. Mas vocês não creem em mim porque não são minhas ovelhas. Minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna, e elas nunca morrerão. Ninguém pode arrancá-las de minha mão, pois meu Pai as deu a mim, e ele é mais poderoso que todos. Ninguém pode arrancá-las da mão de meu Pai. O Pai e eu somos um”. Mais uma vez, os líderes judeus pegaram pedras para atirar nele. Jesus disse: “Por orientação de meu Pai, eu fiz muitas boas obras. Por qual delas vocês querem me apedrejar?”. Eles responderam: “Não vamos apedrejá-lo por nenhuma boa obra, mas por blasfêmia. Você, um simples homem, afirma que é Deus!”. Nova Versão Transformadora (NVT) © Mundo Cristão – Todos os direitos reservados.

 

Se considerarmos a existência de uma elipse, a omissão de um termo na frase que seja facilmente subentendido após a oração “somos um”, este termo deve estar em concordância com as regras gramaticais básicas da língua grega, isto é, estará no singular e no gênero neutro, sendo justamente o termo “nome”, o único vocábulo do contexto em epígrafe que satisfaz os requisitos de concordância.  

 

Considerar-se-á que quando analisadas paralelamente as palavras do Senhor Jesus, todas as outras teologias são secundárias, a paulina deve complementar, porém, sem distorcer a significação das palavras de Jesus, destarte, a frase “O Pai e eu somos um” no evangelho joaneu, o apostólico autógrafo2 é de crucial na compreensão da doutrina da Unidade, como já explanado, o vocábulo “um” na frase em epígrafe em grego, está no gênero neutro, portanto, não sendo Eles uma só pessoa e de fato, Jesus não alegou ser o Pai, tão pouco são Eles uma “coisa” e sobre isto, iremos nos ater ao que já está revelado efetivamente e não o que Eles possam ser.

Quando diz que o Pai está dentro de Jesus e Jesus está dentro do Pai3, como Filho de Deus 4em particular5, na particularidade é Deus6, por isso, fica impedido de fazer algo diferente do Pai7, tão pouco poderá ser menos honrado8 e menos amado9 do que o Pai, antes de igual modo, está pleno no Trono do Pai10.  Jesus estava sendo o único e também o primeiro, que vivo em carne, estava de forma exclusiva no (dentro) Pai11, aqui se excluem os que buscaram12 e não alcançaram13 estar novamente dentro da primeira condição da humanidade, criada dentro da imagem de Deus sem corrupção14, incluindo até aqueles que eram segundo o coração de Deus, como os Reis Davi e Ezequiel, os quais tiveram uma maior permanência dentro de Deus15. Fazia-se necessário uma continuidade de permanência em Deus16; que alcançasse toda a nação17, o projeto profético consumou-se dentro do Nome dado a Jesus18, pois quando Ele profetizou que na qualidade de Pai19, viria na qualidade do Espírito, o Santo, sem perder a anterior qualidade de Pai em relação aos filhos, Ele revelou a Unidade20 na igreja e é através do Nome de Jesus, que temos Unidade com Deus21.  Por isso, Deus também exaltou Jesus, aquele chamado o Logos de Deus22, soberanamente, e lhe deu um Nome que é sobre todo o nome, o qual ninguém conhece, senão Ele mesmo23; e por este Nome do Pai, Jesus e o Pai são um24. Para que ao Nome dado a Jesus, se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai25.

A interpretação de união de propósitos para a oração “somos um” é um entendimento forçado das Palavras de Jesus. Ele literalmente disse: “Estou dentro de Deus e Eu e o Pai somos um, somos parentes em particular26!” Os judeus não tiveram dúvidas que ele estava afirmando ser Deus27, outro caso semelhante, de grande importância, são os sonhos de Faraó28, que são dois, porém, a substância deles é uma só, uma só essência metafísica. Um só, não significa necessariamente neste contexto, um só sonho, como de fato se entende que são duas manifestações oníricas, isto se estende a argumentação de não ser uma só pessoa, mas duas ou mais, com unicidade substancial. É mister observar que a oração “somos um” do contexto joaneu1, em aramaico também consta no texto que narra os sonhos de Faraó, assim como a oração em grego e hebraico, sendo o texto áureo do artigo. Outro exemplo é o de Adão e Eva, os dois foram uma só carne, gerando ou não um filho ou mais, foram marido e mulher, macho e fêmea, uma só carne.  Já o caso da profecia pastoral, na qual Davi representa a unicidade pastoral29, juntamente com o Pai30. Seguindo a linha de pensamento, chegamos a Igreja, a qual sendo feita de muitos membros, os quais são um só corpo. O Pai e eu somos um Nome, disse Jesus sem margens de dúvidas. Semelhantemente, inicialmente eram as três pessoas um só Deus. Nas Escrituras, Deus é complexo, a manifestação daquele em Carne, realmente um mistério31.

 

¹ João 10:25-33 ² João 21:20,24 ³ João 10:38 4 João 10:36 5 Samuel 7:14 LXX,  João 5:18 6 Filipenses 2:6 7 João 5:19 8 João 5:23 9 1 João 5:1 10 Atos 2:30 11 João 10:38; 14:10 12 2 Samuel 19:08 LXX, 1 Reis 1:17,30; 2:30, Salmos 17:30 LXX, 18:29 HEB; 44:9 HEB, 55:5 LLX, 56:5 HEB; 107:14 LXX, 108:13 HEB;  Oséias 1:7; Habacuque 3:18, Zacarias 12:5 13 Romanos 11:7 14 Gênesis 9:6 15 1 Samuel 30:6, 2 Reis 18:4,5 16 1 Samuel 25:9; Salmos 32:21 LXX 33:21 HEB; 43:6, 44:5 HEB; 43:9 LXX, 44:8 HEB; 53:3 LXX 54:4 HEB; 62:5 LXX HEB; 88:13 LXX, 89:12 HEB; 88:17 LXX, 89:16 HEB; 104:3 LXX, 105:3 HEB; Zacarias 10:12; Daniel 9:6; Marcos 9:38; 16:17; Lucas 9:49; 10:17; João 5:43; 10:25; 14:13; 14:14; 13:26; 14:14; 14:26; 15:16; 16:23; 16:24; 16:26; 17:12; 20:31; Atos 3:6; 4:10; 9:27,28; 10:48; 1 Coríntios 6:11; Tiago 5:10,14 17 Zacarias 10:12, Salmos 44:8, Miqueias 5:4 18 João 20:31 19 João 14:18 20 1 Coríntios 3:8, 5:4, 12:12, Gálatas 3:20,28; 1 João 5:18 21 1 João 5:20, Romanos 5:11, Colossenses 3:3, 1 Tessalonicenses 1:1, 1 João 4:15,16 22 Apocalipse 19:13 23 Apocalipse 19:12 24 João 17:11 25 Filipenses 2:9-11 26 Lucas 1:61 27 João 10:33 28 Gênesis 41:26,27 29 Ezequiel 37:24 30 Salmos 23:1; 80:1 HEB 31 Efésios 3:9

 

1a- A construção Ἐν ἀρχῇ ἦν ὁ λόγος – João 1:1a está explanada em 1 João 1:1-3:

“O que era desde um princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com nossos olhos, o que temos contemplado e palparam nossas mãos acerca do Logos da Vida, (porque a Vida foi manifestada, e a temos visto, e damos testemunho, e vos anunciamos a Vida Eterna, a qual estava ante o Pai, e nos foi manifestada). O que temos visto e ouvido vo-lo anunciamos, para que também vós tenhais comunhão conosco e nossa comunhão verdadeiramente é com o Pai e com o filho Dele, Jesus, o Messias.” Versão BTX

O que é o Logos?

O principio do Logos é a Verdade. Salmos 118(119 HEB).60,
O Logos é Verdadeiro. 2 Timóteo 2:15
O Logos Verdadeiro é o Evangelho. Efésios 1:13,
O Logos se fez carne. João 1:14,
O Logos de Deus é a Verdade. João 17:17,
O Logos Verdadeiro é meio de geração. Tiago 1:18
O Logos de Deus está dentro dos gerados. 1 João 2:14,
O Logos de Deus é a Semente de Deus. Lucas 8:11,

1b- A oração “…ὁ λόγος ἦν πρὸς τὸν θεόν…” de João 1:1b não é uma construção sintática usual na língua grega coiné, ocorrendo em 1 Corinthians 12:2: “… ἔθνη ἦτε πρὸς τὰ εἴδωλα…” onde se lê: “nações>gentios>pagãos éreis para os ídolos…”, na qual ver-se-á uma tentativa de comunhão espiritual. Outra construção semelhante está em 1 João 1:2 “…ἥτις ἦν πρὸς τὸν πατέρα…” onde se lê “…a qual (Vida Eterna) era para o Pai…”, sendo pertinente ao presente argumento a relação existente entre a Vida Eterna e o Pai, amplamente descrita no Novo Testamento, em especial nos escritos joaninos, caracterizando e definindo o significado usual da preposição “πρὸς”. O artigo definido “τὸν”, objeto da preposição “πρὸς”, define, referencia e limita a afirmação do objeto “θεόν” a יהוה.

1c – A oração “…θεὸς ἦν ὁ λόγος…” João. 1:1c é uma construção nominativa predicativa (ambos os substantivos principais na sentença estão no caso nominativo e são acompanhados pelo verbo copulativo (de ligação) padrão, o qual está no Indicativo Imperfeito. Esta construção sintática ocorre em Genesis 9:18; 24:16, 29; 28:19; Juízes 11:18; 2 Samuel 9:2; 20:26; 1 Reis 2:46; 1 Ester 2:9, 17; Jó 29:15; 32:1; Jonas 3:3; Zacarias 6:1; Malaquias. 1:2; Isaias 37:19; Ezequiel. 23:2; Mateus 3:4; 21:33; Marcos. 7:26; João 1:1, 4; Atos 27:8, onde a parte da cláusula que é o objeto do verbo, fica sem o artigo, excluindo os versos joaninos.

θεὸς está caracterizado em João 1:1c como um Nome (Quem é), Natureza (O que é) ou Ofício (Por quem é)?

Daniel B. Wallace em a Gramática Grega: Uma Sintaxe Exegética do Novo Testamento Daniel B. Wallace, da Editora Batista Regular do Brasil, Primeira edição em português: 2009 (Excelente, digno de compra), nas páginas 255-270, precisamente na pagina 266 e 269, no item “c”, explica que o uso de “θεὸς” anartro, i.e., sem artigo em João 1:1c (como, por exemplo, em João 4:19; 6:70; 8:44; 9:17; 10:1,13,33 e 12:6) , seja POSSÍVELMENTE usado como um substantivo qualitativo ( Que refere-se a qualidade sobre alguém) e concordo com ele neste aspecto, porém, conceituo usando uma terminologia diferente da dele:

A ideia de um “θεóς” qualitativo aqui é, segundo o meu entendimento, a ideia de que o Logos tinha todos os atributos e qualidade que o termo “Deus” tem em João 1:1b. Ou seja, partilhava da substância de יהוה, embora ele, o Logos, fez-se uma hipóstase (pessoa), reforçado pelo vocativo.

a) O contexto de João 1:1-2 informa, enfaticamente, usando a duplicidade que o Logos estava com Deus, isto é, o Logos não foi “…τὸν θεόν….” da construção 1.b com quem estava em um princípio, portanto, o autor do Evangelho de João não usa “θεὸς” da construção 1.c da mesma forma que usou “…τὸν θεόν….” da construção 1.b

b) Jesus ensina que a Lei nomeou deuses, em grego “θεοί” (plural de “θεός”), a quem o Logos foi dirigido. Salmos 81:6 Septuaginta 82:6 HEB, João 10: 34-35), e que estes “deuses” morreriam e cairiam como qualquer mortal, portanto, “θεοί” nem sempre significa a Hipóstase de יהוה,

c) Outros seres criados foram por ofício (missão) “θεός” ou equivalente אלהים como em Êxodos 7.1 (Septuaginta), Êxodos 21:6 22:8-9, Salmos 81:6 (82-6 HEB) e Zacarias 12:8 HEB.

d) O padrão da construção sintática é “…Substantivo nominativo ἦν Substantivo nominativo…” e ocorre em Gênesis 9:18; 24:16,29;28:19; Juízes 11:18; 2 Samuel 9:2;20:26; 1 Reis 2:46; 1 Ester 2:9, 17; Jó 32:1; Jonas 3:3; Zacarias 6:1; Malaquias 1:2; Mateus 3:4; 21:33, Marcos 7:26; e Atos 27:8 e a construção com artigo após o verbo “…Substantivo nominativo ἦν ὁ Substantivo nominativo…” somente ocorre em João 1:1 e 1:4. O que isto significa? O artigo em Grego serve para conceitualizar, transformar em uma entidade, em termos de função, ele identifica a identidade de um ser, classe ou qualidade, um bom exemplo está em Lucas 12:58, onde “o Juiz” refere-se a uma pessoa humana, quanto ao juízo divino. Assim, o acréscimo de artigo, em João 1:1c, fugindo da familiaridade sintática é no sentido de não deixar dúvidas que o Logos é sujeito da oração, tendo toda a ênfase em vez de “θεὸς”.

e) Uma análise de Zacarias 6:1

καὶ ἐπέστρεψα καὶ ἦρα τοὺς ὀφθαλμούς μου καὶ εἶδον καὶ ἰδοὺ τέσσαρα ἅρματα ἐκπορευόμενα ἐκ μέσου δύο ὀρέων καὶ τὰ ὄρη ἦν ὄρη χαλκᾶ Zacarias 6:1 – Septuaginta (Greek Edition): Alfred Rahlfs, Robert Hanhart.

וָאָשֻׁ֗ב וָאֶשָּׂ֤א עֵינַי֙ וָֽאֶרְאֶ֔ה וְהִנֵּ֙ה אַרְבַּ֤ע מַרְכָּבוֹת֙ יֹֽצְא֔וֹת מִבֵּ֖ין שְׁנֵ֣י הֶֽהָרִ֑ים וְהֶהָרִ֖ים הָרֵ֥י נְחֹֽשֶׁת׃
Zacarias 6:1 – Biblia Hebraica Stuttgartensia (Hebrew Bible, Masoretic Text or Hebrew Old Testament), edited by K. Elliger and W. Rudolph of the Deutsche Bibelgesellschaft, Stuttgart, Fourth Corrected Edition.

E voltei e levantei meus olhos e vi, e eis que quatro carros saíam do meio de dois montes, e os montes eram montes bronzeados. Bíblia de Jünemann – Zacarias 6:1

É notório que na construção “…δύο ὀρέων καὶ τὰ ὄρη ἦν ὄρη χαλκᾶ” o substantivo “ὄρη” anartro, i.e., sem artigo, como “θεὸς” em João 1:1c, está caracterizando, apoiado por um adjetivo, o sujeito “τὰ ὄρη”, seguindo esta argumentação, “θεὸς” qualifica “ὁ λόγος” (o Logos).

A construção sintática hebraica em particular, além de Zacarias 6:1, ocorre em Gênesis 27:22, onde melhor tradução “… porém as mãos são as mãos de Esaú.”, Gênesis 31:43 “estas filhas são minhas filhas”; Exôdus 32:16 “a escritura é a mesma escritura”, 1 Samuel 1:24 “o menino muito menino”, 2 Crônicas 3:6 “ouro, de ouro de Parvaim” e Ezequiel 41:6 “as laterais (câmaras) da lateral.

f) Uma análise de Êxodos 20:21:

εἱστήκει δὲ ὁ λαὸς μακρόθεν Μωυσῆς δὲ εἰσῆλθεν εἰς τὸν γνόφον οὗ ἦν ὁ θεός Êxodos 20:21 Septuaginta (Greek Edition): Alfred Rahlfs, Robert Hanhart.

וַיַּעֲמֹ֥ד הָעָ֖ם מֵרָחֹ֑ק וּמֹשֶׁה֙ נִגַּ֣שׁ אֶל־הָֽעֲרָפֶ֔ל אֲשֶׁר־שָׁ֖ם הָאֱלֹהִֽים׃ פ
Êxodos 20:21 -Biblia Hebraica Stuttgartensia (Hebrew Bible, Masoretic Text or Hebrew Old Testament), edited by K. Elliger and W. Rudolph of the Deutsche Bibelgesellschaft, Stuttgart, Fourth Corrected Edition.

O povo estava de longe, em pé; Moisés, porém, se chegou à nuvem escura onde Deus estava. Versão ARA Êxodos 20:21

O interlinear da Construção “…εἰς τὸν γνόφον οὗ ἦν ὁ θεός…” é εἰς τὸν γνόφον (para dentro da nuvem espessa) οὗ (onde quando) ἦν ὁ θεός (estava o Deus). Sobre a presença de Deus na Nuvem densa:

Então, disse Salomão: O SENHOR declarou que habitaria em trevas espessas.¹ Na verdade, edifiquei uma casa para tua morada, lugar para a tua eterna habitação. (1 Reis 8:12 ARA) ¹ (אֶל־הָֽעֲרָפֶ֔ל, Gênesis 2:11, Exôdos 9:26, Números 21:32, 1 Samuel 3:3, 1 Samuel 9:10)

E, dizendo ele isto, veio uma nuvem que os cobriu com a sua sombra; e, entrando eles na nuvem, temeram. E saiu da nuvem uma voz que dizia: Este é o meu amado Filho; a ele ouvi. Lucas 9:34,35.

O verbo ἦν no contexto de Êxodos 20:21 é explicado por 1 Reis 8:12, adquirindo um avanço de significado linguístico do “ser” para o “habitar”, o que está novamente em concordância com a Teologia Neo-Testamentária a respeito do Logos e com a Teologia Patrística referente ao cristianismo recente:

Ou seja, que Deus estava dentro do Ungido, reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou o Logos da Reconciliação. 2 Coríntios 5:19

Destarte, a tradução de João 1:1-3, leio:

O Logos habitava no início, e o Logos habitava com Deus e Deus habitava o Logos.
Ele habitava no início com Deus.
Todos os renascidos foram feitos por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.

Referências: João 1:12,13; 3:3,6,7, 1 João 2:29; 3:9; 4:7; 5:1,2,3,4,18; 2 Coríntios 5:17; Tito 3:5; 1 Pedro 1:3.

Paz

O caso de Tiago, o adelfós de Jesus

O Caso de José, o esposo de Maria